Horários de visitas

APARTAMENTOS

Das 9h às 20h30

É permitida a permanência de 2 (dois) visitantes por vez, além de 1 (um) acompanhante.


ENFERMARIA

Das 14h às 18h

É permitida a entrada de 2 (dois) visitantes por vez.


CTI ADULTO

Das 17h às 18h

É permitida a permanência de 2 (duas) pessoas por leito sem troca de visitantes.


CTI NEUROLÓGICO

Das 11:30h às 12h e das 17h às 18h

É permitida a permanência de 2 (duas) pessoas por leito e por período, sem troca de visitantes. Na parte da manhã, os dois visitantes poderão permanecer por 30 minutos.


CTI CARDIOLÓGICO

Das 11h às 12h e das 16h30 às 17h30.

É permitida a permanência de 2 (duas) pessoas por leito. Na parte da manhã, os visitantes poderão permanecer por 30 minutos. À tarde, poderão permanecer por 1 hora, sem troca de visitantes.


UTI NEONATAL E PEDIÁTRICA

Das 11h às 11h30 e das 16h às 17h30

É permitida a entrada somente dos pais. Às segundas-feiras, das 17h às 17h30, é permitida a entrada dos avós, com permanência de 2 (duas) pessoas por leito, sem troca de visitantes.


ATENÇÃO:

PARA VISITAS AOS APARTAMENTOS E À ENFERMARIA:

27 de junho | Dia Internacional do Diabético


 "Combater a obesidade ainda é o melhor método preventivo para o diabetes tipo 2", explica a Coordenadora do Serviço de Nutrição e Dietética do Hospital Albert Sabin, Renata Barbosa Fajardo, que trabalha com uma equipe altamente treinada de nutricionistas para garantir uma dieta saudável aos pacientes diabéticos internados no Hospital.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que 9% da população mundial tenham diabetes e que em 2035 ela seja a 7ª causa de mortes no mundo, muito devido à má alimentação.  A Diabetes mellitus é uma doença metabólica, responsável pelo aumento anormal do açúcar no sangue. Quando não tratada adequadamente, causa doenças como infarto do coração, derrame cerebral, insuficiência renal, problemas visuais e lesões de difícil cicatrização, entre outras complicações.

Há dois tipos principais de diabetes, a saber: tipo 1 é aquele em que o sistema imunológico ataca equivocadamente as células beta. Logo, pouca ou nenhuma insulina é liberada para o corpo. O tipo 2 aparece quando o organismo não consegue usar adequadamente a insulina que produz; ou não produz insulina suficiente para controla a taxa de glicemia.

Fica a dica: manter um controle nutricional adequado e praticar exercícios físicos regularmente são medidas capazes de reduzir em até 60% o risco de desenvolver a doença. Cuidar da saúde depende das suas escolhas!



CONVÊNIOS CREDENCIADOS

    CONTATO

    Dr. Edgar Carlos Pereira, 600 - Santa Tereza,
        Juiz de Fora - MG, 36020 - 200

    Acesse os horários e itinerário de ônibus

    sabinjf.com.br            SABINJF